-----
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

sábado, 28 de novembro de 2015

Jovens Bruxas (The craft) - Verdades e mitos - Part 1

Bom dia queridos bruxinhos(as)! Hoje terá mais um pouco dá mágica do filme "Jovens Bruxas" aqui no blog! Vou dividir esse post em 2 partes, para não ficar um monte de texto cansativo em um post só. Nessa primeira parte me focarei no conceito e curiosidades e no segundo, feitiços e encantamentos, oks?! - sinopse do filme AQUI.

Quem segue o blog sabe que gosto muito desse filme e que ele fez parte da minha juventude (e faz até hoje). Com isso - e claro, quem assistiu também - muitas vezes se perguntam o que nesse filme é real e o que é fantasia. Lógico que quando somo jovenzinhos tudo pode ser real e tentamos todas as magias e encantamentos do filme, mas não é bem assim que é na vida real de uma bruxa, né?! 

Deixo aqui para vocês o vídeo que fiz do assunto, porém está tudo escrito abaixo também. As curiosidades não foram faladas nesse vídeo, mas está escrito no post.
Então vamos começar nossos comentários sobre o filme?   


Bom, vamos falar primeiro qual foi a base de crença baseada o filme, e depois o que é mito e o que não é.
Primeiramente o filme me fortes bases nos conhecimentos da religião Wicca, onde a sacerdotisa Diânica, Pat Devin (membro do coven Ashesh Hekat, e das relações públicas Covenant of the Goddess do sul da Califórnia), fez a consultoria para filme. Muitos os feitiços, nomes de entidades e outros foram baseados no real, porém com suas modificações de segurança. Para garantir que jovens inexperientes não tentasse reproduzir e acabassem tendo problemas.
Conceito:

1) O Deus Manon 
Começando com o Deus que as meninas no filme seguem; Manon. Há dois lados da carta nesse ponto:
1- O nome Manon (criado pelo roteirista) soava muito como o Deus Gaélico do Mar, Mananan.
2 - E outro é o famoso Mamon - que é o próprio Lúcifer. Porém no filme elas citam que o Manon (fictício) é mais antigo que Deus e Lúcifer e como o filme tem bases pagãs, o citado Lúcifer também não entraria em questão por ser cristão. Mas citei aqui pois em um dos meus livros de mágica negra - apenas para estudos de conhecimentos -, é citado o nome de Lúcifer como Mamon, e vi similaridade.

2) Crucifixos 
As meninas (3 delas) usam crucifixos no pescoço como acessórios. Isso não está muito coerente, pois a Wicca é um conceito pagã e não cristão. - Mas confessemos que ficou muito gótico e legal e visual delas assim... :)

3) 4 bruxas completam um círculo mágico
No início do filme elas comentam que precisam de 4 pessoas para fecharem o círculo mágico - coven. Sim, isso também pode ser verdade. Há muitos covens que usam essa formação pelo conceito de cada pessoa poder representar um elemento (assim como é no filme). Porém isso não é uma regra, pois há bruxas solitárias e covens com muito mais de 4 pessoas.

4) Bruxa Natural - de nascência
É citado também pela Lírio - dona da loja esotérica - que Sarah, é uma bruxa "natural" - nascida com o dom. Isso existe? Sim, pode existir. Há pessoas que nascem já com uma facilidade/pré-disposição para conseguir sentir energias mais fácil, ver espíritos e elementares, ter clarividência, visões, entre muitos outros talentos. Essas pessoas podem serem assim por vários fatores como; ter descendência na família (caso de Sarah no filme), podem terem cultivado essa essência e estudos por muitas vidas passadas e trazem com elas isso vida pós vida, e outros motivos que têm que serem estudados e pesquisados para saber, pois cada pessoa é um caso diferente. Ninguém é igual a ninguém. Mas mesmo quem nasce com isso, deve estudar e praticar. Pois sem prática acabamos "perdendo" e esquecendo muito dos conhecimentos e não evoluímos para melhor.
Porém quem não nasceu com o "dom", não deve se preocupar nem um pouco, pois isso é uma coisa que se aprende e adquire. Com dedicação e força de vontade (e prática - claro), podemos ir muito longe! Nascer com o "dom" não é a chave para a bruxaria e sim o ESFORÇO!

5) Lei de tríplice
Sim, real! No filme a Lírio, diz para a jovens bruxas que temos que ter cuidado com nossas atitudes e escolhas pois "tudo que fazemos, voltam 3 vezes mais para nós". E sim, não só na religião wiccana como na espirita, pagãs e outras, se acredita que que tudo que fazemos - seja bom ou ruim - voltará para nós, da mesma ou diferente forma. Mas voltará. O tal ditado "você colherá o que plantou". Ou até mesmo no cristianismo "Não fará ao próximo o que não desejas para si". O carma vai voltar minha gente! haha

6) Reversão de feitiços
Novamente a dona da loja, Lírio, diz para Sarah, que não é possível reverter um feitiço, que depois de feito, ele tem que seguir o fluxo natural e "deixar correr". Bom isso não é verdade. Feitiços são compostos de energias e nós sempre podemos melhorar ou piorar as intenções e direcionamentos das energias se quisermos. É necessário conhecimento na área para saber como proceder com isso, porém é possível. Mas isso não anula da lei de tríplice, ou seja, desfazer o feitiço não fará que o que desejou para o outro não volte para si.

Curiosidades

1) Quando a atriz Fairuza Balk (Nancy), gravava a cena da invocação na praia, vários morcegos ficaram sobrevoando o círculo e apagando as velas. O que - claro - assustou o pessoal.

2)Quando o filme foi lançado, o deus "Manon", constava nas listas de deidades pagãs. "Nunca subestime a influência espiritual de Hollywood" - disse Pat Devin.

3) "Quando tentávamos rodar a cena da praia, as ondas do mar ficavam mais intensas e chegaram a assustar as atrizes. No exato momento quando o personagem de Fairuza (Nancy), diz: "Manon me completa", caiu a luz e a cena teve que ser feita novamente. Foi algo muito estranho". - Contou o diretor do filme.

4) Após a gravação do filme Fairuza (Nancy), comprou uma loja wiccana chamada Panpipes em Hollywood. Ela já tinha descendência pagã na família. Já Robin Tunney (Sarah) nunca tinha ouvido falar sobre a Wicca. Rachel True (Rochelle), já tinha lido um livro "A dança espiral", de Starhark.

5)"...No último dia da cena da praia, uma das atrizes me pediu para dedicá-la no Caminho da Deusa. Passeamos pela praia à noite, longe das luzes e a apresentei para os Quatro Elementos e para a Deusa. Para o nome bruxo, ela escolheu um que lhe indiquei, dizendo que seu eu tivesse uma filha, seria aquele".- Conta Pat Devin.

Essas são as curiosidades e conceitos do filme que tenho para acrescentar, porém teremos a segunda parte do post com os feitiços! - é o que estou mais gostando de escrever :P

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...