-----
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

terça-feira, 27 de março de 2018

Herbalismo na Magia - Parte 3


Olá seres mágicos queridos! 
Tudo bem? Vamos para a terceira e última parte de post sobre ervas?
Se caso você ainda não viu os anteriores deixarei o link aqui:
Herbalismo na magia 1
Herbalismo na magia 2

Bom, agora que você já está a par do que falei nos post anteriores, vamos a nossa continuação dos estudos de ervas. Hoje será sobre os óleos essências feitos de ervas e aromaterapia.
As ervas como citadas, tem um poder incrível sobre nosso corpo e nos nossos trabalhos energéticos. E com isso podemos usar as ervas em várias formas, de acordo para o que precisamos e o resultado que buscamos.



Uma das formas mais usadas no mundo das propriedades das ervas são em óleos essências. É a extração natural do óleo das plantas e flores, e com ele trazendo sua essência aromática e propriedades. Porém diferente de muitos chás, os óleos não são para consumo alimentícios, a não ser que seja um óleo próprio para alimentos e que esteja claro isso nas informações dos produtos.

Mas como todo bruxa gosta de fazer suas próprias composições mágicas e criar seus próprios componentes de magia, o óleo pode ser algo que está nessa lista.
Para se fazer um óleo essêncial não é nada fácil, e requer equipamento próprio e uma quantidade de erva grande para um pouquinho só de óleo produzido.
Porém há outras maneiras mais caseira e simples de produzir, mas não é tão puro quanto o método tradicional de produção. Vou ensinar 2 aqui!

Como fazer óleo essêncial caseiro



Receita 1
Em um recipiente escuro e sem humidade e com um bom fecho, misture as ervas de sua preferência (limpas) ainda verde ou semi secas com um azeite de muito boa qualidade ou azeite/óleo de girassol, cobrindo as ervas com o azeite. Armazene em um local quente por 3 semanas ou coloque no sol por alguns dias (infusão solar). Porém o tempo exato de infusão solar vai depender da temperatura da luz solar local. Quanto mais quente, menos dias são necessários. Mas lembre-se de tampar bem para não entrar humidade.




Receita 2
Em banho maria, cozinhe as ervas de sua preferência (limpas) ainda verde ou semi secas com um azeite de muito boa qualidade ou azeite/óleo de girassol, adicione umas gotas de cidra ou vinagre de vinho branco no cozimento. Quando começar a exalar o cheiro característico, a mistura está pronta.

Ao armazenar o óleo (indiferente da receita), armazene em um vidro escuro (para não ter a recepção direta da luz que pode alterar a essência) e com um bom fecho para não entrar humidade.


E com os óleos também pode-se fazer compressas mágicas e medicinais e a aromaterapia.
A aromaterapia pode ser feita de dois tipos; óleos e chás. É uma ótima forma de aproveitarmos as energias mágicas e medicinais das ervas também, não só para nosso corpo como para nossa casa e ambientes comerciais.
Tem que se tomar cuidado com a inalação direta feita com o óleo pois ainda sim pode ter suas contra-indicações. Porém o chá, sua inalação é ótima (sempre ervas comestíveis, claro!).
Os óleos podem serem muito usados para perfumar e fazer trabalhos mágicos e energéticos no ambiente; colocando-os em um difusor e misturando algumas gotinhas do óleo na água, deixando queimar e evaporar para a casa e ambiente em questão. E para compressas sobre o corpo; colocando algumas gotinhas do óleo na água e humidecendo uma compressa com essa água, colocando sobre a parte do corpo onde se pretende fazer o trabalho mágico ou energético.

Há muitas formas de de usar as ervas no seu dia dia mágico, e são materiais de trabalhos mágicos que se encontra facilmente e não são tão caros. Cada forma de uso tem seu poder e claro, será usado da melhor forma para potencializar e ajudar seu trabalho mágico, energético e até medicinal.

★★★
Dicas mágica com ervas


Para ajudar na clarividência antes de uma leitura de tarot, runas, pêndulos e outros, queime algumas fomas de louro e inale suavemente sua fumaça, acompanhado com uma xícara de chá de Artemísia.
Para ajudar no dinheiro, em um difusor de óleo, coloque algumas gotinhas de óleo de canela com água e deixe queimar no ambiente que pretende atrair a prosperidade. Pode-se queimar o pau de canela também.

Para limpeza energética de ambiente, em um balde acrescente bastante água quente, arruda, alecrim e paus de canela e deixe por alguns minutos. Depois retire as ervas do balde e use essa água para limpar o ambiente: chão, móveis, batente de portas e janelas, sempre mentalizando a energia negativa saindo e a nova entrando. Jogue a água fora de casa. Não reutilize a água nem as ervas que ali foram usandas.
★★★

Espero que tenham gostado da série de posts sobre ervas e seus usos mágicos e medicinais!
Comentem, curtam nossa página no Facebook e Youtube.
Abençoado dia para todos...
Beijinhos e blessed be! 🌙★



segunda-feira, 26 de março de 2018

Herbalismo na Magia - parte 2

Olá meus queridos seres mágicos!
Hoje vamos continuar a parte 2 do post "Herbalismo na magia". Se caso você ainda não leu a primeira parte desse post, eu aconselho a ler antes de continuarmos. Vou deixar o link aqui: Herbalismo na Magia

Como estavamos falando no post anterior, o herbalismo é uma prática de medicina natural muito antiga, e claro também usado entre as bruxas não só por seus benefícios mágicos mas medicinais também, pois acreditamos no poder da natureza e em sua energia.

O estudo estudo e uso das ervas na mágia é insubistituível, pois da natureza viemos e dela tiramos nossas forças e renovamos nossa energia. E as ervas como parte da natureza são "utensílios" inevitável para nossos trabalhos mágicos e saúde.

Mas todas as ervas tem propriedades mágicas?
Toda erva tem propriedades medicinais e mágica, umas mais que outras, mas sim, todas. Algumas ervas são mais conhecidas por terem muitas propriedades e ultilização, e outras menos e são para uso bem mais especificos, mas todas as plantas são ricas em energias para trabalhos mágicos, encantados e medicinais. Porém as de trabalhos medicinais deve se ter atenção, pois há ervas toxicas e venenosa para o consumo e contato con a pele.

Diferença de ervas compradas e cultivadas no jardim
Há diferença? Há diferença sim! Quando somos nós que cultivamos no nosso jardim, colocamos amor e carinho e essa energia é refletida nas plantas e suas propriedades. As compradas são boas também claro, pois a planta continua sendo a planta, mas o carinho que colocamos nela quando somos nós mesmos a cultivar, faz diferença.

Como cultivar?
Nem todos tem a possibilidade de ter seu próprio jardim de ervas, talvez pelo clima do local onde mora ou espaço. Mas se você tem essa possibilidade é uma boa começar a cultivar seu próprio jardim.
Antes de mais nada você tem que decidir quais ervar quer cultivar e pesquisar e saber quais são suas condições de cuidado. Pois há plantas de requer mais sol que outras, outras sol mas não diretamente, e outras que até não se dão tão bem quando perto de outra espécie, fazendo a espécie vizinha não crescer como deveria. Então o primeiro passo é pesquisar e estudar quais são os cuidades necessárias para essas plantas e se você tem essa condição.
A sua atenção diária no seu jardim faz toda a diferença! Mesmo que seja só para ir lá dar um "oi" para as plantinhas e checar se elas se encontram bem, se tem água suficiente, se o sol não está muito forte para elas, etc. Então se você quer ter um jardim com plantas felizes, dê atenção á elas, pois elas são seres vivos e precisam de amor também!

Como cada erva tem seu cuidado, é de se esperar que cada um também tenha sua forma certa de podar e colher seus frutos, flores e folhas. Mais uma coisa para você ir estudar sobre. Sim, ter um jardim não é só ter terra, é ter conhecimento do que está fazendo.

E claro, as pragas, junto com as plantas podem vir as pragas e pulgões de plantas. Não deixe isso passa despercebido, pois pragase pulgões além de destruirem suas plantinhas também adoecem elas fazendo com que elas não sejem saudáveis até mesmo para seu consumo.
Mas se você ainda está visando um caminho saudável e natural, a dica é não ir com venenos químicos comprados em mercados! Não faço isso! Não é saudável, por mais seguro que digam que ele é, ainda é um veneno. Há muitas receitas caseiras com produtos naturais que podemos até mesmo encontrar na internet, que ensinam como fazer anti-pragase pulgões sem envenenar sua planta e você. Vá atrás das soluções alternativas. Como diz meu mestre de tarot "Bruxa é ser esperta, quer ser bruxa? Seja inteligente e esperta!" haha


Os chás de ervas
Os chás são um dos mais comuns e usados métodos de se consumir ervas mágicas e medicinais desde os tempos antigos. É uma técnica ótima para usarmos as propriedades das ervas diariamente sem termos que precisar de muitos ingredientes, tempo ou mesmo privacidade para isso. Além do mais ninguém vai te julga bruxa e queimar na fogueira só por está tomando um cházinho, né?!
Há chás para todos os tipos de atividades: Intuição, clarividência, cura, poder, sexualidade e por ai vai. E em várias formas de consumo: saquetinhas prontas, de influsão, prontos no mercado...
Os melhores chás de ervas são os que são feitos em infusão, pois são mais artesanais, naturais (pois não temos certeza de todos os ingredientes posto nos chás de saquetinhas, né?!) e são ótimos para misturarmos entre si e criarmos nossos próprias conjuntos de ervas mágicas, dependendo do que queremos.

Mas o que é influsão?
A infusão é uma técnica de preparo de ervas com água. Onde as ervas não são postas para fervar junto com a água, e sim a água é aquecida primeiramente e depois as ervas são misturadas com essa água, tampamos o recipiente (panela, xícara ou bule..) e deixamos as ervas por alguns minutos lá. Após o tempo definino ter passado, as ervas são coadas e usufluirmos do consumo esse chá.
É uma técnica muito antiga e com história, e claro que garante um sabor do chá mais natural e do uso mais aprimorado de suas propriedades - seja elas mágicas ou medicinais.
Porém como toda técnica, a infusão tem o seu "manual de uso", ou seja, o tempo certo de manter as ervas na água e a temperatura certa da água antes de colocar as ervas. Pois temperatura muito alta da água também pode queimar as ervas.


Qual a temperatura certa para se fazer uma infusão das ervas?
As ervas são como o café; tem a temperatura certa para se fazer uma boa passada, muito além dessa temperatura o café fica com gosto de queimado. As ervas não são diferentes, podem não ficar com gosto de queimado como o café, mas muitas ficam com um gosto amargo forte e perdem um pouco de suas propriedades medicinais. Porém a ervas mais resistentes a temperaturas que outras.
E qual é essa temperatura? A temperatura é a água um pouco antes de levantar fervura. Quando a água apresenta que irá começar a borbular, ou levantar fervor, é esse o ponto de desligar o fogo. Não deixe a águar borbular e ferver ao ponto de até evaporar, pois nesse ponto a temperatura está muito elevada e pode queimar a erva.

Sendo assim cada erva tem seu tempo na água, normalmente a maioria varia entre 3 a 5 min de infusão. Claro que se passar 5 min a mais não será o crime do ano. Mas é legal respeitar o tempo para garantir um melhor resultado.

Então você deve está pensando: "Existe regras até para fazer um chá?!", não são bem regras, mas orientações para podermos aproveitar do que há de melhor nas propriedades das ervas. Porém dependendo da funcionalidade das ervas, o processo de preparação e uso pode mudar. É importante ter conhecimento do que está fazendo para não termos perda das propriedades mágicas e medicinais das plantas.

Bom, como esse post ficou um pouco mais extenso do que era prentendido, estarei falando sobre os óleos essências e aromaterapia em um post parte 3, ok?!
Espero que tenham gostado e que tenha sido explicativo...Não se esqueça de comentarem e conferirem a 3º parte desse post que farei em breve!

Beijinhos e Blessed Be! 🌙🌟


sexta-feira, 23 de março de 2018

Herbalismo na magia - Parte 1


Olá meus queridos seres mágico! Hoje trago para vocês um dos meus temas preferidos: ervas!
Todos nós sabemos que as bruxas trabalham e participam da natureza ativamente, certo? Mas nem todos tem o conhecimento para aproveitar com expansão os beneficíos que as plantas e ervas nos trazem para saúde e trabalhos mágicos.

Cada bruxa tem sua área de especalização, umas preferem trabalhar com adivinhações, outras com ervas, outras com energia das cristais, outras com poções, encantamentos... e por ai vai, cada uma com sua especialização. Mas é de todo bem, todas saberem um pouco de todo para um estudo e trabalho mágico mais completo e eficaz. E isso inclui as ervas e flores!

Então hoje vamos falar um pouco sobre o que é o herbalismo, e como ultiliza-lo na nossa cozinha mágica. Porém vou dividir o post em duas partes para não ficar muito longo ok?!


E então o que é herbalismo? 
Herbalismo é uma antiga prática e estudos onde é usado as plantas, ervas e flores para a medicina. Onde se acredita e pratica a cura atráves do uso de plantas e ervas. É uma prática muito antiga. É também chamada de medicina alternativa.
Seus resultados e efeitos não são tão agressivos e radicais como na medicina convêncional onde é usado remédios e químicos para tratamentos na saúde. Por isso é um método ainda muito buscado.

E como o herbalismo se aplica na mágia?
Simples, pois a magia vem da natureza e todas as plantas tem suas propriedades mágicas e energéticas. Assim usando de sua propriedade mágica junto a sua propriedade medicinal, criando resultado reais e facinantes para trabalhos mágicos e trabalhos de cura.

No herbalismo não é apenas usado as ervas em sua forma natural seca, mas sim como óleos, gasozo, pó, em pasta e líquido (como na forma de chás)... na verdade em qualquer forma que possa se ultilizar de suas propriedades. Mas o ponto é: sua origem é de plantas/ervas. Ou seja, tendo uma gama imensa de variadades de produtos todos de origem vegetal, sendo assim podemos dizer: Bem vindo a cozinha da bruxa!

Secando as ervas
Uma d formas de uso mais comuns e usadas são as ervas secas, que servem para vários tipos de uso; chás, defumação, banhos, o consumo da folha seca, ramos de atração energética, queima de feitiços e orações, incensos, etc.

As ervas secas podem ser compradas prontas como feitas pela própria bruxa - o que é melhor energéticamente e mais potente. Porém muitas das ervas não são fáceis de encontrar no mercado, o que leva muitas bruxas e plantas suas próprias e assim secá-las em casa, pois assim garantem que sempre terão suas ervas em mãos.

E como se faz essa secagem em casa? 

Não é preciso nad de especial, qualquer um pode fazer e eu vou ensinar aqui!
Primeiramente você precisará de vários ramos longos vivos da erva em questão - vamos chamar a erva de Alecrim, para assim podermos explicar melhor. Agora que vc tem ramos longo de alecrim, se houver algum folha muito feia ou estragada, retire cuidadosamente dos ramos.
Una as bases to caule dos ramos juntos em iguais. Com uma linha de algodão, comece amarrando sua base todas juntas, de várias volta na base o prendendo bem, deixando uma alcinha para pendurar dessa linha. Pronto seu "bouquet" que alecrim está feito, agora é só pendurar de ponta cabeça em um local onde não haja sol ou calor acessivo, por exemplo; pode ser colocar na cozinha ou em um quarto. E deixe-o secar naturalmente.
*Como demonstra na imagem acima.
Não o seque no sol, pois o sol resseca a fibra da folha, a esturricando e assim perdendo suas propriedades medicinais e mágicas.
Cada erva tem seu tempo para secar, algumas podem levar semanas e outras alguns dias. Cada uma tem seu tempo.

Como armazena-las após secas?
Como dito, o ideal e correto é sempre armazena-las em um local seco e na sombra - sem contato com o sol. Um potinha bem fechado para não entrar humidade e bichinhos. Pode ser em um armário, estante ou o que for, desde que bem fechadinhas e na sombra.
Você pode manter as folhas nos ramos se quiser ou tira-las e guardar apenas as folhas. Lembrando que há ervas e plantas que tanto utilizamos seu caule e raiz!


Misturando as ervas
As ervas também podem serem misturadas entre si, claro que é altamente recomendado se conhecer sobre as ervas antes de mistura-las, pois nem todas as ervas tem efeitos potencializado ao misturadas e algumas podem ser feito oposto. Por quê isso pode acontecer? Pois assim como qualquer ser vivo, as ervas também são um composto biológico e contém suas substâncias. Essas substâncias pode sim quando misturadas terem um efeito químico, ou nenhum efeito. Por exemplo há ervas que são boas para mágica mas não se devem ser ingeridas, e outras podem até causar alergias se não usadas corretamente.
Quer um exemplo prático? A artemísia, é a tal conhecida erva da bruxa. Muito boa magicamente como chá para intusição, clarividência, medicinalmente para cólicas, dores abdominais, entre outros, porém além de tantos beneficíos essa erva deve ser consumida seca, e não verde, pois em seu estado verde pode conter toxinas.

Então, pode se misturar ervas, claro, principalmente em trabalhos mágicos! Porém, para ser ingerida ou usada no corpo, é indicado conhecer um pouco sobre antes de fazer a mistura, para garantir que não haverá contraindicações.
E lembrando que nem todas as ervas são comestivéis! Então sempre pesquisem antes de consumir ou usar obre a pele, ok?

Bom, essa foi a primeira parte no post sobre Herbalismo na magia... Virá ainda a parte 2, onde falarei sobre:
- Como cultivar no seu jardim as ervas
- Óleos essências de ervas e como fazer
- Chás e como preparar corretamente
- Infusão e defumação de ervas
- Água de flores
e algums dicas!

Espero ver vocês no próximos post também!
Beijinhos e Blessed Be! 🌙🌿🌾

terça-feira, 20 de março de 2018

Sabbats: O que é Ostara?


Olá seres mágicos! Tudo bem? Antes de mais nada: 
Abençoado Ostara para os que se encontram no hemisfério norte, como eu.
Hoje vou falar um pouco sobre o Sabbat Ostara, mas antes se você não sabe o que é Sabbat, dá uma lidinha no post: O que são Sabbaths


Sobre o Ostara eu já fiz um post há algum tempo atrás onde explico sua história e dou dica de um ritual para esse Sabbat. Vou linkar aqui: Equinócio de Primavera e Ritual
Mas vamos falar um pouco mais sobre suas correspondências e tradições aqui!
O que é o Ostara
É a celebração do Equinócio de Primavera. O começo da primavera, a entrada da fertilidade da natureza, o momento de nascimento, de fertilidade e de um novo início vindo. Do florecer!
Mas a volta do sol da escuridão do inverno.

É um excelênte época para gravidez e nascimento de novos projetos e planos.

 Data do Ostara
Hemisfério Norte: 19/22 Março
Hemisfério Sul: 19/22 Setembro


Correspondências do Ostara
Cores:
Dourado, verde, branco, amarelo, vermelho e magenta.
Ervas:
Lírio, camomila, jasmim, rosa, morango, alfazema, narciso, verbena, açafrão e violeta.
Comidas e bebidas:
Ovos, bolos, grãos, frutas da estação, doces feitos de ovos, leite, mel, sucos naturais, cremes e yogurte.
Incensos:
Rosa, alfazema, morango, jasmim, lírio... incenso florais.
Pedras:
Quartzos, ágatas, ametista, lápis-lázuli e amazonita.
 

Costumes e Tradições:
As celebrações são bem festivas, com decorações florais e coloridas em comemoração a um novo começo. 
Os ovos são o símbolo de nascimento e fertilidade, com isso uma tradição antiga é pintar bem colorido os ovinhos e decorar a casa com eles, presentiar os entes queridos como agradecimentos e boa sorte nos novos projetos e decorar o altar de Ostara com os ovinhos.

 
E qual é a história por trás do coelho e ovos?
O coelhinho era na verdade uma lebre que sempre pedia favores a Deusa Eostre, e um dia querendo retribuir a Deusas pela atenção e carinho, a lebrezinha ficou pensando o que poderia dar a Deusa de agradecimento. Foi então que ao encontrar ovos, ele decidiu decorá-los bem bonitos, com as cores do bosque de Eostre e as cores da primavera e presenteá-la. A Deusa ficou tão agradecida e achou o presente tão sincero e bonito que quis compartilhá-los com seus filhos humanos esses presentes tão belos. Assim dando a missão para a lebrezinha de entregar ovinhos decorados para as pessoas ao arredor do mundo no equinócio de primavera, e trazer essa beleza para a vida das pessoas assim como ele trouxe para a Deusa.



Com isso muitos pagãos nesse época decoram e pintam ovos como celebração do equinócio de primavera. Muitos carregam consigo como ovos mágicos para levá-los até suas metas e outros enfeitam seus altares como simbolismo a Deusa da fertilidade. Mas não só os ovos, as flores também simbolizam o Ostara com muitas cores e beleza. Celebrar em um jardim, bosque, com a natureza é uma ótima ideia... pintar seus ovinhos em um jardim também. Outra dica é fazer oferendas para a Deusa da fertilidade com flores, alimentos de grãos e frutas em um bosque ou floresta. 





Eu amo, amo demais a primavera e o que ela traz nessa estação. Pois amo os jardins e cuidar e cuitivar minhas plantinhas e flores... então essa é uma época ótima! 
Espero que tenham gostado e aprendido algo novo também!
Não se esqueçam de se inscreverem no nosso canal no Youtube e curtirem nossa página no Facebook!

Beijinhos e Blessed be!🌙☆

Abençoado Ostara/Mabon!


Hoje é o Equinócio de Primavera em Portugal e de Equinócio de Outuno no Brasil! Nossos queridos Ostara e Mabon! O que farão para essas datas mágicas? Planos bruxinhos?

Feliz Ostara 🌸 para quem está no hemisfério norte! Muitas bençãos da Deusa Eostre, e que muitos frutos e projetos crescem nessa época!
Dica de ervas para esse dia:
Lírio, jasmim, rosa, morango, narciso... incenso de alfazema é ótimo para essa data 
Feliz Ostara meus queridos!

Feliz Mabon 🍂 para quem está no hemisfério sul! Essa é uma ótima época para renovação e de finalização de projetos! Uma ótima limpeza energética e física na casa e renovação das coisas materiais são ótimos nessa época!
Dica de ervas para esse dia:
Mirra, carvalho, benjoim, cravo...

Após uma limpeza na casa acenda um difusor com o óleo de canela e maça ou um incenso de sálvia.
Feliz Mabon meus queridos!

Abençoado Sabbat para todos!

Abençõ

quarta-feira, 14 de março de 2018

Você nasce ou se torna bruxa?

Hocus Pocus
Olá meus bruxinhos(as) queridos!
Nascemos bruxos ou nos tornamos?? 
Quem nunca se questionou ou ouviu essa pergunta, certo? Pois bem, devo lhes informar que as bruxas são seres humanos iguais as pessoas que não são bruxas, são pessoas que nascem e morrem como qualquer um! Nada de verrugas no nariz e unhas pontudas com risadas maquiavélicas! Haha

Então o que diferencia as bruxas dos outros? É o caminho religioso/crença que essa mesmo decidiu seguir! A bruxaria nada mais é que uma crença/costumes pagão e estilo de vida que uma pessoa segue. É um caminho de estudo, onde é necessário muitoo estudo para se adiquirir o conhecimento da magia da natureza e suas divindades. E claro, muita prática também para por em ação tudo que foi aprendido.  

Harry Potter e a pedra filosofal
Não há - felizmente - nenhum chápeu seletor ditando se você é bruxo ou não, e para qual casa seguirá. O que é bom, pois qualquer um que se identifique com essa cultura e crença está a vontade de estuda-la e segui-la, e escolhendo o seu panteão e atividades a desenvolver.

Há de fato, pessoas que têm mais facilidades que outras para se desenvolverem em algumas habilidades, pessoas com habilidades de clarividências e outros, e nunca estudaram ou praticaram isso antes. Mas isso é por quê, ela já desenvolveu esse conhecimentos em outras vidas - mesmo que ela não lembre. Mesmo pessoas com halibadades naturais, sim devem estudar e praticar o mesmo tanto quanto uma outra pessoa, ou ela nunca progredirá nos estudos para se tornar bruxa. Pois habilidades naturais não nos torna uma bruxa, e sim seu caminho de estudo.
Todos tem que estudar, pois a bruxaria é um caminho de conhecimento! E todos podemos seguir pois somos todos filhos da natureza, não importa sua cor, crença de família ou habilidades atuais.

Mas pessoas com crenças muito fechadas, muitos tabus e de culturas muito podadora, podem por conta dos medos e de sua crença se bloquearem para essas habilidades espirituais (assim não vendo e nem vivênciando) o que as bruxas vivênciam. Mas isso não significa que esse pessoa não possa ser bruxa, se ela quiser e começar a fazer um caminho de estudos ela se tornará uma!


E na bruxaria há muitos caminhos a se seguir, pois a natureza e sua magia é muito rica, assim nos permitindo escolher em qual área nos sentimos mais a vontade e nos aperfeiçoando nisso.

Então aquela velha história de narizes pontudos, nascido no dia do Halloween não nos define bruxas... E o fato da pessoa fazer um feitiço uma vez ou outra, também não quer dizer nada, pois o conhecimento da bruxaria é muito mais amplo que um o outro feitiço.

 A resposta para a primeira pergunta do post é simples: Nós nos tornamos bruxas!
Claro, que o fato de você se sentir atraído por isso, ter algumas halibidades naturais e ter familiares bruxos, podem influênciar para sua escolha de se tornar. Mas é preciso que você escolha isso, se não será apenas uma pessoa com habilidades ou com parentes bruxos.

Harry Potter e a pedra filosofal
Sei que todos nós amariamos receber uma carta de Hogwarts, nos convidando para estudar bruxaria na terra da Rainha. Mas infelizmente, não há carta convite e felizmente é um caminho aberto para todos!
Então se sintam-se a vontade para começar os estudos quando sentirem que estão prontos, e o blog Magical Essnece's Book, está aqui para ajudar e orientar vocês nesse caminho!

Bons estudos meus bruxinhos queridos e blessed be! 🌙✨

terça-feira, 13 de março de 2018

Fadas e gnomos existem? Relato Real


Olá queridos seres mágicos!
O assunto de hoje é um assunto muito questionado... Muitos me perguntam se fadas e gnomos exitem. A questão é: Vocês acreditam na mágica da natureza? Acreditam no plano espiritual? Acreditam em energias? Então por quê não acreditar que na natureza existe seres energético/espirituais que poderiamos chamar de fadas e gnomos?

A natureza é cheia de vida - seja ela física ou extrafísica - e é claro, que assim como os animais que nela vive, também vivem outros tipos de conciências que dela cuidam.
Há conciências de vários tipos, energias e formato. A natureza é rica em manter e providênciar a vida nela. E claro, lá encontramos seres que podemos chamar de fadas, gnomos, trolls, duendes, elfos e etc.

Porém as fadas e gnomos não necessária mesmo são mulherzinhas com asinhas de borboletas e homenzinhos de chapéuzinho pontudo vermelho. Na verdade esse tipo de vida vai conter a forma energética (pois eles são seres energéticos/espirituais) semelhante ao ambiente que nele habitam.
Ou seja, por exemplo: um gnomo que é um ser da terra, terá uma forma mais semelhante há de uma planta ou raiz... 


Há relatos de pessoas que já viram esses serem, assim como descrevemo-os em forma humanóide (mulherzinhas e homenzinhos). Isso por quê muita das vezes o plano espiritual para se comunicar, manifestar conosco, eles se apresentam na forma na qual nos iriamos entender-los e reconhecer-los.

Por ex: Um anjo guia espiritual precisa se manifestar e aparecer para a pessoa que ele cuida e protege, porém a pessoa acredita que todos os anjos tem asas brancas. Se esse anjo se apresentasse como um humano normal ou com a forma energética dele, a pessoa não iria entender e talvez nem acreditar na mensagem que o anjo está passando, pois ele não é como ela acredita que os anjos são. Agora se esse anjo guia se apresentar como a pessoa acredita que eles são, com asas grandes e branca, quando ele aparecer ela vai entender e acreditar que aquilo é um anjo e assim dar mais atenção a mensagem passada.
O mesmo acontece com qualquer ser do mundo espiritual que tenho um pouco mais de evolução e consciência de sua existência. 

Nos vídeos abaixo, conto alguns relatos que eu e meu pai tivemos com esses seres mágico!




Mas se eles são espirituais, como então podemos nos comunicar e relacionar com eles?
Vocês vêem a energia da natureza? Não, mas sentem certo? Sim! Pois somos ligados a natureza, somos parte dela assim como as fadas e gnomos. Muitas das vezes podemos não ver sua presença, mas sim sentir.
Claro, que podemos ver também! Porém para isso, é necessário um pouco de prática na clarividência, para conseguirmos ver o plano espiritual, a não ser que eles por conta própria se manisfestam fisicamente para nós. Há rituais e celebrações que envolvem se relacionar com esses seres. Podemos conversar com eles também, mesmo que não os vemos, pois se vier de coração e de boa energia, eles sentiram a energia da mensagem, e poderam responder se sentirem que assim deve ser feito.
Tenho um post que fiz sobre clarividência e como desenvolve-la, se quiser dar uma conferida deixo aqui o link: Como desenvolver a clarividência 

Mas enxergando-os ou não, devemos respeita-los como parte da natureza e da vida, assim como são.
Algum de vocês já tiveram alguma esperiência com esses seres? Contem para nós aqui nos comentários!

Espero que tenham gostado do post de hoje!
Beijinhos e blessed be! 🌙✨

segunda-feira, 12 de março de 2018

Dicas para desenvolver a clarividência

Olá meus queridos seres mágicos!
Hoje quero deixar umas dicas de como podemos praticar para desenvolver a clarividência. 
Primeiro de tudo, o que é a clarividência? É a habilidade de ver, sentir e até se comunicar com a plano extra-físico, energias, prémonições e retrocognições. É uma habilidade que muitos chamam de "sexto sentido". 
Todos nós podemos desenvolver essa habilidade, alguns já nascem com mais facilidade que outros, mas todos podemos desenvolver. O processo de desenvolvimento é basiado em estudos, a muita - mas muita - prática. É necessário por de lado os medos, tabus e se jogar em práticas e experiências novas nesse ambito. Pois como somos todos seres criados apartir de energia, e todos temos um espiríto e uma parte de nós no plano espiritural, temos então a capacidade de acessar isso. Porém o tempo de desenvolvimento e habilidade vai de cada um e do esforço investido nas práticas.


Uma dica que dou para os que estão começando as práticas, é sempre anotar todas as experiências. Pois além de podermos comparar a evolução de nosso próprio crescimento, também podemos reler posteriormente com mais conteúno e aprendizado interno, e compreender coisas que na época não conseguimos. Fica a dica! ;) 

No vídeo abaixo dou dicas de exercícios para desenvolver a clarividência:


Dicas mencionadas no vídeo:

*Vale mencionar que não deve-se ter pessoas transitando ou bagunça e barulho no ambiente, esteja só ou com alguém que permita uma prática sem lhe atralhar em sua concentração.

1 - Prática com espelho
Em ambiente com meia luz (ou uma vela apenas, o que é mais indicado), sente-se de frente a um espelho. Foque o olhar fixamente no ponto entre suas sobrancelhas e ali fique relaxado, sem muitos pensamentos ou movimento. Após um tempo pode perceber mudanças no seu rosto (que podem ser reencarnações ou acompanhantes espirituais), mudanças de cores no ambiente, sons, etc. Se permita ver o que seu sexto sentido está lhe mostrando. Não desvie o olhar ou atenção, se não você pode perder o momento. 

2 - Prática do espelho com outra pessoa
Essa prática é exatamente igual a citada acima, porém, ao invés do espelho você estará sentado de frente com outra pessoa (que também poderá praticar olhando de volta para você, ou estar de olhos fechados). 

3 - Prática na água
Em uma vasília d'água - sem interefência de imagens - deixe o ambiente em meia luz ou a luz de vela, e ali medite e observe com firmeza a água. Você pode começar a ver imagens ou cores na água se manifestando. Essa prática é um pouco mais demorada de ter resultados comparada com as acima, e segue o mesmo princípio de clarividência que a da bola de cristal. Requer muito mais tempo de prática. 

4 - Prática na vela
Nessa prática, apague as luzes do ambiente e sente relaxado em frente a uma vela acesa (ela sendo a única fonte de luz do ambiente). Medite e com foco observe a chama e a luz emitida pela mesma. Se permita sentir a vela e o que ela tem a mostrar. Você pode tentar se focar a mente em um cor para ver essa cor na luz da vela ou em algo. Porém essa prática assim como a com a água, requer bastante tempo de prática e persistência.


E então, qual será a primeira dica que vocês vão praticar? 
Fiquem a vontade para compartilhar com a gente nos comentários suas experiências e se tiverem alguma outra sugestão de prática para clarividência!
Espero que tenham gostado das dicas de hoje!
Boa prática para todos e blessed be!🌙✨ 


sexta-feira, 9 de março de 2018

Good Witch - Série


Boa Sexta-feira meus amados seres mágicos! 
Hoje venho sugerir uma série mágica para os que assim como eu, adora passar um tempinho relaxando com filmes e séries. Sou amante de séries desde pequena hehe. E hoje a série que irei sugerir é da Netflix, e se chama "Good Witch".
A séries na verdade é a continuação das histórias dos filmes, que já fazem uns bons aninhos que foram lançados.

Eu assisti e me apaixonei pela série pelo fato de a personagem principal nos inspirar á um caminho de compreensão ao próximo e de carinho. Pode parece bobo, mas depois de assistir a série, me sentia bem, sem extress ou drama remoendo dentro de mim. A Cassie me inspirava! hehe


E sobre o que é a série? 
Além de ser continuação dos filmes, que eu indico que assistam antes de ver a série, é a história de Cassie, sua filha e seu novo vizinho médico cético. 
Cassie é "mágica", digamos que ela é uma bruxa super discreta, não mostra ela fazendo feitiços ou magia, mas mostra ela sempre ajudando a todos ao seu arredor usando do seu poder de "prever" o futuro, sentir o que o outro sente e trabalhando com a mágica das ervas e chás - com que ela providência algumas curas. Ela sempre sabe o que vai acontecer antes de acontecer, e tenta ajudar e encaminhar as pessoas para o melhor caminho de forma natural, sem força ninguém. E sua filha, como é de se esperar, também tem alguns dons, porém é uma adolescente que ainda está se descobrindo. 
Elas moram uma pousada em que Cassie administra, e mais a loja que Cassie tem, onde vende vários produtos de decoração, velas e essências. Logo no ínicio Cassie também cria uma amizade com seu vizinho que é um médico e cético, e a entrada de Cassie no mundo dele vai fazer ele re-pensar nos conceitos cético de mágica que ele tinha.
Se passa sempre dentro da cidade onde Cassie e sua família mora. Mais a frente na série aparece a irmã de Cassie, que também como ela é um bruxa, porém gosta de fazer as coisas acontecerem de forma mais forçada e radical. Chocando um pouco com o mundo de Cassie.

Eu adoro a série, é bem suave, e só estava esperando o Netflix lançar a nova temporada para dar continuidade. 
Eu super indico! Confira o trailer a baixo :)


Espero que assistam e gostem! Depois comentem o que acharam! ;)

Beijinhos e Blessed Be! 🌙✨

quinta-feira, 8 de março de 2018

Feliz dia da mulher!


As bruxas de "Da magia a sedução"
Feliz dia das mulheres!
Hoje é o dia mundial da mulher, mas é apenas um dia de calendário, pois todos sabemos que todos os dias são os nossos dias! A mulher, a mãe, a irmã, a prima, a amiga...Mulheres, todos os dias lutando e contendo a mágica da Deusa em sim, todos os dias é o dia das Mulheres.
 Então isso significaria que hoje é dia da Deusa e suas semelhantes? 

Preparem os caldeirões, defumem jasmim, tomem chá de artemisia e celebrem a deusa em si!

Feliz dia das mulheres minhas queridas bruxas!


sábado, 3 de março de 2018

Meu altar de inverno!


Hello meu queridos seres mágicos!
Hoje quero compartilhar com vocês meu altar mágico de inverno. Sei que o inverno (hemisfério norte) já começou faz um tempinho e que logo logo estaremos na primavera, mas já faz um tempinho que queria fazer um post aqui sobre meu altar de inverno. É um altar simples, e como já disse no vídeo (Meu altar de Outuno), eu não sigo regras de como montar meu altar, gosto de fazer de forma simples e natural, algo que seja sincero para mim e funcional!
Então vamos lá:

Meu altar é pequenino, pois não tenho muito espaço aqui onde moro, mas mantenho ele no meu quarto. E um detalhe do meu altar é que ele não é apenas o que está em cima da mesa, também uso detelhes pendurados para constituir o ambiente mágico.
No meu altar de inverno esse ano (falando os objetos da esquerda para direita):
- Mantive meu potinho de folhas de catnip - pois traz sorte e oportunidades, é uma ótima erva! 
- Tenho um potinho com um preparado mágico de ervas para trazer a calmaría para casa e pessoa - logo mais farei também um post ensinando esse feitiço que fiz para calmaria.
- No centro no fundo tenho meu caldeirão, o "útero" da Deusa e criação mágica :)
- No centro tenho um potinho com algumas ervas e flores secas - que mantenho da estão anterior, pois há pedidos ali que fiz para meus guias. E ao lado há uns enfeites de porta incenso de corujas e meu gnominho da sorte, que ao lado tem um mini cristal e quartzo verde. 
- Na beira tenho o incensário - está queimando um incenso de camomila no momento da foto.
- Uma vela prata do lado direito - pois prata é uma das cores que representam o inverno e lógico coloquei uma!
- E ao lado da vela tem um Francisquinho feito de pano. Esse eu ganhei da associação "Centro de Estudos da Consciência". Eu AMO São Francisco de Assis, um homem que mostrou a igualdade entre todos os seres na terra e que todos devem ser amados em igual! E no meu bonequinho coloquei uma toquinha - para o manter quentinho hehe - que ganhei em um mercado.

Acima do altar - esquerda para direita:
- Tenho um pentagrama que fiz de sinal
- Um potinho com vela dentro para iluminar meu altarzinho
- Um enfeite - que usei tbm no Natal - com o símbolo da Deusa.
- E umas bolhas de sabão de banheira que ganhei do meu namorado, mas não tenho coragem de usar por serem tão bonitinhas e no formato de um bonequinho de neve - total a cara do inverno!
Não está ai junto, mas eu também tenho um raminho de alecrim e alfazemos secos que ficam pendurados.
- Ao lado direito é uma lamparina com vela e alguns filtro dos sonhos que eu mesmo fiz :)


Mas como disse gosto de manter isso simples! Mas feito com o coração claro!
É um post para compartilhar com vocês meu espacinho mágico a cada estação... espero inspira-lo de alguma forma. E vocês já fizeram o altar de vocês de acordo com as estações?

Bom Sábado, e blessed be!🌙🌟


💖







LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...